m1

“Não se preocupe, Paula. Tudo na vida é até um dia” – dizia a minha bisavó todas as vezes que eu chegava a sua casa contando que tal coleguinha havia sido má comigo. Aos 7 anos eu não entendia, achava que ela estava errada, afinal todos os filmes terminavam com um foram felizes para sempre. Hoje, dez anos depois, a voz dela ecoa na minha cabeça e percebo que nossas verdades não serão eternas.
Já jurei eternidade a amizades que hoje não me fazem falta. Projetei casamentos com pessoas que não valiam a pena. Confiei em lobos e desconfiei de cordeiros. Repeti inúmeras vezes que jamais namoraria um garoto menor do eu. Tentei convencer minha mãe de que ele era sim um bom garoto e depois de um mês ouvi um “Eu te avisei”. Quanta ingenuidade! Eu e esta velha mania de acreditar cegamente em meus sentimentos. Ir dormir com a certeza de querer ser designer e acordar pensando em ser jornalista. Toda esta história é divertida até o momento em que você vê que as pessoas estão tomando um rumo em suas vidas e você sequer escolheu com que roupa vai sair. É desesperador, acreditem.
Não me venham com aquele velho papo que diz que as pessoas não mudam por outras. Baboseira! Elas mudam sim, não sejam tolos. Todos nós conhecemos um canalha que começou a namorar uma menina totalmente aleatória e se endireitou. A questão é que para a mudança ocorra, a única coisa que se precisa é da pessoa certa. Em algum momento de nossas vidas vamos conhecer alguém que irá reformular todos os nossos conceitos e desejos. Sabe aquela amiga que começou a namorar e mudou completamente? Ela encontrou esta pessoa. Até então eu não entendia, ficava entretecida, estava cansada de perder amizades. Até que chegou a minha vez de encontrar alguém. Passei a entender porque elas sumiram dos bares e arranjavam desculpas tolas quando perguntávamos sobre. Ficar de pijama em casa era muito melhor do que passar frio conversando com caras que não servem para mais nada além de one night stand.
Acordar e perceber tudo isso é dolorido, eu confesso, mas crescer é preciso. Estamos aqui para evoluir e nos tornarmos melhores a cada tombo. É natural que sejamos hipócritas, estamos em constante mudança. Não jure amor eterno e nunca diga que não quer casar. O segredo é aceitar que nada é pra sempre, tudo esta sujeito a uma transformação e você terá que lidar com ela.
11
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s